Baixe o aplicativo da Ajudes nas lojas
Área do Associado Ajudes
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR

Ajudes

NEWSajudes

NOTÍCIAS

 



17/05/2016 - Nova diretoria da Ajudes foi empossada nesta sexta

 

"

Renovação e Transparência. Além de comporem o nome da chapa vencedora, estes dois compromissos são os pilares da administração da nova diretoria da Ajudes presidida por Wellinghton de Sousa.

Eleitos para o biênio 2016/2018, os membros da diretoria tomaram posse na noite da sexta-feira (13/05), na sede da Ajudes, em Bento Ferreira (Vitória). Estiveram presentes, o presidente Wellinghton de Sousa; o vice-presidente Anderson Richa; o secretário João Alfredo Martins; o diretor Financeiro Umbelino Anderson de Oliveira e a primeira suplente do cargo, Jeanni Will. Também participaram o diretor de Divulgação e Eventos, Francisco Manoel Bitencourt; a diretora de Convênios e Ação Social, Betina Duarte Santos Basílio de Souza; o conselheiro Fiscal Gustavo Henrique Nogueira Franco; os suplentes do Conselho Consultivo, Mariluce Morgado Horta Corrêa e Lanussy Pimentel de Rezende; a presidente da Comissão Eleitoral, Cylene Maria Ronchi, e os colaboradores da associação.

Para iniciar a cerimônia, a presidente da Comissão Eleitoral, Cylene Maria Ronchi, leu a Ata em que foi registrada a quantidade de votos da eleição: 2.094 votos válidos. Deste total, 65% foram destinados à nova diretoria.

Em seguida, o novo presidente deu as boas-vindas e enfatizou que as decisões futuras serão sempre tomadas em conjunto, nunca individualmente. “Vamos trabalhar para fortalecer a instituição, é o que queremos”. Wellinghton também destacou que, para construir as propostas dessa diretoria, todos os envolvidos na chapa – diretores e suplentes – escutaram anseios e desejos dos outros servidores. “Todos estão com boas expectativas, queremos fortalecer e estreitar a relação entre a Ajudes e os servidores do Poder Judiciário. Tudo o que faremos será de forma transparente e participativa”, explica.

Para o secretário João Alfredo Martins, “a Ajudes é maior que todos. Precisamos e vamos abraçar a renovação deste lugar. O apoio e confiança serão fundamentais para o fortalecimento da organização”.

Em sintonia com as afirmações do presidente e do secretário, o diretor Financeiro, Umbelino Anderson de Oliveira, acrescentou que a diretoria atuará dentro dos padrões éticos e prezará em trabalhar em prol do servidor do Poder Judiciário. “Teremos de envolver ainda mais os servidores, fazê-los entender qual a importância da Ajudes”, declarou Jeanni Will, primeira suplente da diretoria Financeira.

Uma das suplentes do Conselho Consultivo, Mariluce Morgado Horta Corrêa, disse estar à disposição da nova diretoria, assim como o diretor de Divulgação e Eventos, Francisco Manoel Bitencourt, que quer a Ajudes mais próxima do servidor. “E, estarei empenhado para impulsionar todas as propostas da nova diretoria”, completa Bitencourt.

Na avaliação da diretora de Convênios e Ação Social, Betina Duarte Santos Basílio Souza, existem desafios a serem enfrentados em sua área, mas será feito um trabalho para estreitar as relações com todas as comarcas do estado. “Devemos ainda percorrer todos os cartórios do Espírito Santo para darmos um suporte”.

E, por fim, o conselheiro Fiscal Gustavo Henrique Nogueira Franco conta que os votos confiados à diretoria deverão ser retribuídos. “Vamos fortalecer todo o trabalho da Ajudes e escutar sempre os nossos colegas”.

 

Um novo rumo

Segundo o novo presidente da Ajudes, a diretoria desenvolverá uma gestão compartilhada. Uma prova desta postura foi a elaboração das propostas da chapa “Renovação e Transparência” a partir de conversas com os servidores do Poder Judiciário. Dentre os compromissos estão a criação de uma Ouvidoria e a construção de um Planejamento Participativo. “O objetivo é informar e fazer com que os servidores entendam o papel da organização. Hoje, infelizmente, há colegas que não conhecem muito a Ajudes”, ressalta o gestor.

E para tornar as contas acessíveis a todos os servidores, o diretor Financeiro, Umbelino Anderson de Oliveira, falou que o primeiro passo será a realização de auditoria nas contas da organização e a publicação dos balanços. “A nossa sugestão é que se implante uma espécie de Portal da Transparência no site para que os servidores possam acessar as contas da instituição”.  

"